sexta-feira, 28 de junho de 2013

REPORTAGEM SOBRE O MOSTEIRO - POR DIÁRIO DO NORDESTE

Paupina: um pé no interior e outro na cidade grande

08.09.2010

~



Com uma lagoa e sítios remanescentes, o lugar destaca-se pela atmosfera rural, apesar do rápido povoamento


Se a Messejana foi um lugar que atraiu as ordens religiosas, em busca de paz e oração, o mesmo vem se repetindo com a Paupina. Parte do bairro tem uma nova denominação: São Bento. A mudança foi resultado da influência de seus recentes moradores: os monges beneditinos, instalados desde 1992.



Clique para Ampliar"Pedimos para que mudassem o nome, porque havia muita confusão com a parte alta do bairro. Alguns diziam que se tratava de território de Fortaleza e outros, de Eusébio, mais precisamente a localidade de Coaçu. Foi aí que achamos que havia a necessidade de precisar a localidade onde estávamos nos instalando", afirma o monge João Miguel Menezes. Para os moradores mais antigos, a mudança de nome, estabelecida por Decreto Municipal de 18 de dezembro de 2008, não foi ideia das mais felizes.



O vice-presidente da Associação dos Moradores da Paupina, Kim Lopes, afirma que todo o carisma do bairro reside em suas tradições e em boa parte da natureza preservada, especialmente nos sítios, que ainda demarcam as terras da região.

0 comentários: