sábado, 14 de dezembro de 2013

Deus nasce sempre


DEUS NASCE SEMPRE.



Chegou o mês de Dezembro e com ele as festas e os preparativos para receber um novo ano. Peçamos a Deus Pai que o ano vindouro seja um ano repleto de amor, fé e esperança na vida de cada um. Chegar em Dezembro para o cristão fiel é viver a expectativa da vinda do Nosso Salvador em seu Natal. Não podemos aqui esquecer de forma nenhuma as figuras que se apresentam em torno do nascimento do Menino Deus. Muito nos é conhecido os presépio enfeitando as Igrejas, Casas, Apartamentos, Jardins e etc, esta é uma das figuras natalinas mais marcante deste evento. Maria e José na Belém de Judá bateram de porta em porta afim de encontrar alguém caridoso que cedesse um lugar confortável para dá à luz o seu Menino. Mas, foi não encontraram pois Deus já havia preparado um lugar especial, simples e humilde, pois é, Deus supera nossas expectativas, preparou ali, naquela estrebaria, o local onde a Verdadeira Paz descesse das alturas para encher de paz todos os homens de boa vontade. Imaginamos o quanto as pessoas daquela Belém perderam a graça de ver o Salvador nascer em suas casas. Entretanto, a figura do presépio é a Vontade Divina se manifestando para dizer que Deus pode nascer no coração de cada um que o acolhe com simplicidade, humildade, amor e carinho. Deus não nasce no coração do orgulhoso. Nosso Pai São Bento, tem muito a nos ensinar sobre a pior chaga que fere todas as virtudes que é orgulho. Em contrapartida, ele escreve o maior capítulo de sua regra que trata da Humildade. Para São Bento, a glória de Deus desce no coração de quem é humilde. Um outra figura bastante contemplativa é a da Mãe do Salvador, Maria é pois a figura materna que protege seu filho, pega no colo, amamenta e lhe dá carinho. Como Maria tenhamos também como São Bento a graça de refletir a presença divina sobre cada de um nós. O mundo já não é órfão, ganhamos de Deus seu Verdadeiro Amor. Para São Bento, a presença divina de Deus deve está constante no coração do monge para que ele jamais esqueça de Deus não o abandona. José é a figura Paterna, seu olhar voltado para o Menino Deus é o sinal vivo de sua obediência a Deus que o reservou para cumprir sua promessa. São Bento também escreve um capítulo que fala sobre a Obediência, pois por essa obediência é possível escutar a presença de Deus falando ao coração daquele que o quer escutar. A figura do Anjo é o anunciador do “Glória in excelsis Deus” Deus nas alturas veio ao mundo para trazer a paz ao coração dos homens de boa vontade. Sejamos como os anjos, operadores das boas notícias, sobretudo, da Boa Notícia que é a pregação do Evangelho. Os Pastores, Deus quer a presença dos Pastores no seu meio, esta figura nos lembra muito os pastores que saem ao encontro do Cristo e quando o encontra saem pregando também esta Boa Notícia que é o Evangelho. Sejamos como esses também, dá a boa notícia de que o Salvador está no meio de nós. Venite Adoremus, Venite Adoremus, Dominus. Por último a figura dos magos que abandona a magia, não sei deixa mais guiar por uma luz falsa e passa a seguir a Luz Verdadeira que desponta no céu. Esta Luz vai trazendo o brilho da paz e tornar todos irmãos. Nisso, somos todos convidados a caminhar como os magos caminharam em busca desse Menino Deus e oferecer nossos presentes. Deus nos quer em seu Caminho, ele mesmo vem para ser o nosso caminho guiado pela a luz de nossa fé.

Contudo, sejamos gratos por sua presença sempre nesta caminhada e demos lugar para que ele possa nascer constantemente na manjedoura do nosso coração. Feliz Natal e o Ano Novo com muito Paz no coração.




Ut In Omnibus Glorificetur Deus

0 comentários: